Exposição

Voltar para a grid

Arquivo escuro

Mayana Redin

Arquivo Escuro - Mayana Redin, 2016
Arquivo Escuro - Mayana Redin,
Vista da exposição
Arquivo Escuro - Mayana Redin, 2016
Arquivo Escuro - Mayana Redin,
Vista da exposição
Arquivo Escuro - Mayana Redin, 2016
Arquivo Escuro - Mayana Redin,
Vista da exposição
Arquivo escuro - Mayana Redin, 2016
Arquivo escuro - Mayana Redin,
Vista da exposição
,
,
, xcm


Os trabalhos Cosmonauta e Astronauta justapõem as biografias foto-documentadas de duas mulheres que viajaram para o espaço sideral entre os anos 60 e 80. Através de um carrossel de slides, vemos claramente como essas imagens foram “produzidas” para vender uma idéia de futuro e progresso mesmo com intervalo de duas décadas entre elas.

Arquivo Escuro, a obra que dá título à mostra, é uma projeção em tempo real de um arquivo de texto de computador que vai sendo escurecido através de uma tecla apertada ininterruptamente, construindo assim um grande arquivo negro a ser impresso no fim do período da exposição.

Mayana Redin nasceu em Campinas em 1984 e vive no Rio de Janeiro, onde também é professora de artes visuais da UFRJ. Mayana participou da 8º Bienal do Mercosul e fez parte da mostra Imagine Brazil  que passou pela Noruega, França, Qatar , Canadá e terminou no Tomie Ohtake em São Paulo. Em 2015 Mayana foi a vencedora do prêmio ICCO/SP-Arte e como parte da premiação participou da residência FLORA na Colômbia.

Informações práticas

Inauguração

17 de novembro de 2016

Período da exposição

17 de novembro de 2016 a
23 de dezembro de 2016,
Segunda à sexta: 10-19h
Sábados: 12-18h
Fechado aos domingos.

Outros artistas